Rss
0

O Concílio do Século XXI


Por Kelvis C. de Oliveira

Era uma vez, em uma realidade não tão distante assim ...(Misericórdia!)

            E aconteceu que, no século XXI, muitos dos pregadores da prosperidade dos Estados Unidos e do Brasil decidiram partir para as regiões da África afim de expandir-se mais suas mensagens. De modo que, ensinavam aos cristãos africanos que para ser um crente verdadeiro, você precisa ser próspero e de uma saúde imbatível.
            Tal fato deixava a situação do evangelho neste continente cada vez mais difícil para os poucos missionários que ainda restavam, já que, antes de tal migração, em uma conferência internacional de missões, o próprio Jesus teria aparecido em “revelação” a um pastor, ordenando que retirassem todos os missionários de todos os povos, pois a palavra teria chegado aos quatro cantos do globo e seu retorno para buscar os santos seria de imediato.
            Dessa maneira, grande parte dos missionários em todos os povos voltaram aos seus lares para esperar o Retorno do Rei. Dessa forma, não só era só o continente africano que estava com poucos missionários, mas todos os povos. Isso fez com que as outras mensagens ganhassem mais terreno, como a do Islamismo e o teologia da prosperidade. O Império Contra-ataca!
            E foi diante dessa Ameaça Fantasma que surgiu uma nova esperança. Alguns dos fiéis missionários decidiram procurar alternativas junto a alguns pastores abalizados, cheios do Espírito Santo e firmes no caminho. Convidaram representantes da Igreja Verdadeira de todas as partes para juntos congregarem e decidirem o que fazer.
            Reformados e Pentecostais, Calvinistas e Arminianos decidiram reunir-se em Joanesburgo, África do Sul, logo após um pequeno debate (que nada, pareceu até a guerra dos clones) entre estes, pois uns queriam Genebra, e outros a Rua Azusa nos EUA.
            Congregaram-se pois os fiéis. E houve entre eles grande discussão. E ouvindo-se argumentos e opiniões de muitos, chegaram em um consenso. Uma carta aberta seria criada enviada para ser lida pelos missionários e aos fiéis em todo o mundo, seja por meio da internet e telefone, assim como também nas igrejas.
            Após ser publicada e lida, o ânimo de muitos foram renovados e grande alegria tomou conta de muitos, de maneira que muitos voltaram aos seus postos. O conteúdo de tal documento é o seguinte:


“Os pastores, e os missionários, e os irmãos, aos irmãos dentre todos os povos que estão ao redor do globo, Graça e Paz, da parte de Deus, nosso pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Porquanto sabemos o estado de dificuldade que se encontram os vossos corações e vosso ânimo a respeito do Evangelho devido a profecias e falsos ensinamentos. Pareceu-nos bem, reunidos concordemente escrever-vos essa humilde carta com algumas recomendações do Espírito Santo:

1.               Sabeis que estamos nos últimos dias e que o Apóstolo Paulo nos advertiu que viriam tempos difíceis. Por isso, não deem ouvidos aos Falsos Profetas.

2.               Tenham em mente que nenhuma profecia está acima da Santas Escrituras.

3.               Abstenhais da preguiça e da comodidade e levem a mensagem em tempo e fora de tempo.

4.               Aos islâmicos preguem e anunciem a Glória de Cristo; Aos Judeus, Cristo como Rei; Aos comunistas a Cristo Deus e Senhor de Tudo; Aos indígenas, Cristo como Salvador; Aos prósperos, Cristo como suficiente; Preguem Cristo em todos os povos.

5.               Daquele dia e hora ninguém sabe, por isso sede firmes e constantes na obra do Senhor.

Que a Graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós. Amém!”

0 comentários:

Postar um comentário