Rss
0

Cristo é a saída!


Confesso que ser Cristão nesses últimos dias tem sido algo bem difícil. A cada dia que se passa, somos extremamente bombardeados com toda espécie de banquetes oferecidos para a nossa ruína. Vivemos em uma sociedade egoísta e hedonista, onde seu padrão pode ser julgado alto ou baixo, dependendo de determinados fatores como amizade, relação sexual e dinheiro.

Uma sociedade, burrificada politicamente, fraca espiritualmente e rica depravadamente, Onde cresce a cada dia o número de falsos intelectuais, motivados por uma suposta mudança, ao mesmo tempo em que dançam  “harlem shake” e leem “50 tons de cinza”. Sociedade esta que, a maioria de seus “heróis” morreram, ou de Aids, ou de overdose.

Onde está o problema? O mundo procura culpados. Uns culpas os governantes, outros culpam a desigualdade. Existem até aqueles que colocam a culpa em Deus, indagando que, se Deus é justo e bom, por que existe a maldade e injustiça? Todos esses argumentos só mostram que todos temos a síndrome de Adão.

Quando Adão e Eva pecaram no Éden (Gn 3), a culpa foi sendo repassada de Adão para Eva, e desta para a serpente. E esta cena se repete no nosso cotidiano. Precisamos saber que o erro está em nós. Em nossas atitudes e pensamentos. Como diz, em saudosa memória, John Stott: “O problema do coração humano é o coração do problema humano”.

Não haverá mudanças enquanto não mudarmos de vida. E é aí onde se encontram as dificuldades. O cearense Ubiratan Aguiar, ex-ministro do Tribunal de Contas da União, em uma determinada palestra proferiu: “O Brasil é o país da reunião. Se reúne tanto que não tem tempo para decidir”.

O que isso quer dizer? Muitas palavras, poucas ações. E é assim com cada um de nós. Muita teoria e pouca prática. O detalhe é: Não teremos uma mudança direta e radical se não nos submetermos ao senhorio de Cristo. Cristo é a solução para as nossas vidas e Cristo é a solução para o nosso País.

Foi ele quem libertou e transformou a vida de um gesareno. Foi ele quem disse que para Deus nada é impossível. É ele quem tem todo o poder sobre o Céu e a Terra. É ele o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. É ele que é fiel e justo para poder perdoar nossos pecados. E ele que voltará com poder e grande Glória.

Cristo é a saída. Ele é a nossa bandeira!


Pense nisso!
0

Amigos de Deus


Por Kelvis C. de Oliveira

“Que seja meu universo.
Que seja tudo o que sinto e o que penso.
Que de manhã seja o primeiro pensamento.
E a luz em minha janela”.

Acho que todos nós já sentimos aquele prazer de saber que uma determinada pessoa estava interessada em um relacionamento conosco, seja ele, namoro ou amizade. Que sentimento bom hein? Saber que o carinha que você gosta também gosta de você. Em saber que o bilhete mandado para a garota não foi em vão, e que o sentimento é recíproco, neh não garoto?

Pensamos alto, desenhamos cenas e imaginamos conversas em nossas cabeças. Só em estar perto de tal pessoal já é motivo para frio na barriga. Coisa boa, concorda? Queremos estar perto, ficamos ansiosos, esperando determinadas horas e lugares para encontrar essa pessoa querida. Fazemos de tudo! Como o ditado popular: “Fazemos 'tripa', coração”.

Mas há algo que precisamos meditar: qual o comportamento que temos ao sabemos que Deus quer um relacionamento conosco?

O Deus soberano e eterno, criador dos céus e da terra, pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, digno de Honra e Glória quer ser nosso amigo. E aí? Deus quer um relacionamento conosco! Que honra! Ao mesmo tempo um ato de sua Infinita Graça.

Não merecemos tal dádiva. Não merecemos tão grande amor. E mesmo merecendo todo louvor e Glória, em todo Novo Testamento, Jesus não chama nenhum de seus discípulos de servos. Ele nos chama de amigos (Jo 15.15). Aleluia! Por que agimos tão negativamente?

Temos a sua palavra ao nosso lado e a negligenciamos. Temos livre acesso através da oração para buscarmos mais intimidade e a desprezamos. Porque? Ele merece mais! Muito Mais. Nosso louvor, nossa adoração e nossa vida!

Todos nós precisamos viver para ele!


Pense nisso!


0

O Concílio do Século XXI


Por Kelvis C. de Oliveira

Era uma vez, em uma realidade não tão distante assim ...(Misericórdia!)

            E aconteceu que, no século XXI, muitos dos pregadores da prosperidade dos Estados Unidos e do Brasil decidiram partir para as regiões da África afim de expandir-se mais suas mensagens. De modo que, ensinavam aos cristãos africanos que para ser um crente verdadeiro, você precisa ser próspero e de uma saúde imbatível.
            Tal fato deixava a situação do evangelho neste continente cada vez mais difícil para os poucos missionários que ainda restavam, já que, antes de tal migração, em uma conferência internacional de missões, o próprio Jesus teria aparecido em “revelação” a um pastor, ordenando que retirassem todos os missionários de todos os povos, pois a palavra teria chegado aos quatro cantos do globo e seu retorno para buscar os santos seria de imediato.
            Dessa maneira, grande parte dos missionários em todos os povos voltaram aos seus lares para esperar o Retorno do Rei. Dessa forma, não só era só o continente africano que estava com poucos missionários, mas todos os povos. Isso fez com que as outras mensagens ganhassem mais terreno, como a do Islamismo e o teologia da prosperidade. O Império Contra-ataca!
            E foi diante dessa Ameaça Fantasma que surgiu uma nova esperança. Alguns dos fiéis missionários decidiram procurar alternativas junto a alguns pastores abalizados, cheios do Espírito Santo e firmes no caminho. Convidaram representantes da Igreja Verdadeira de todas as partes para juntos congregarem e decidirem o que fazer.
            Reformados e Pentecostais, Calvinistas e Arminianos decidiram reunir-se em Joanesburgo, África do Sul, logo após um pequeno debate (que nada, pareceu até a guerra dos clones) entre estes, pois uns queriam Genebra, e outros a Rua Azusa nos EUA.
            Congregaram-se pois os fiéis. E houve entre eles grande discussão. E ouvindo-se argumentos e opiniões de muitos, chegaram em um consenso. Uma carta aberta seria criada enviada para ser lida pelos missionários e aos fiéis em todo o mundo, seja por meio da internet e telefone, assim como também nas igrejas.
            Após ser publicada e lida, o ânimo de muitos foram renovados e grande alegria tomou conta de muitos, de maneira que muitos voltaram aos seus postos. O conteúdo de tal documento é o seguinte:


“Os pastores, e os missionários, e os irmãos, aos irmãos dentre todos os povos que estão ao redor do globo, Graça e Paz, da parte de Deus, nosso pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Porquanto sabemos o estado de dificuldade que se encontram os vossos corações e vosso ânimo a respeito do Evangelho devido a profecias e falsos ensinamentos. Pareceu-nos bem, reunidos concordemente escrever-vos essa humilde carta com algumas recomendações do Espírito Santo:

1.               Sabeis que estamos nos últimos dias e que o Apóstolo Paulo nos advertiu que viriam tempos difíceis. Por isso, não deem ouvidos aos Falsos Profetas.

2.               Tenham em mente que nenhuma profecia está acima da Santas Escrituras.

3.               Abstenhais da preguiça e da comodidade e levem a mensagem em tempo e fora de tempo.

4.               Aos islâmicos preguem e anunciem a Glória de Cristo; Aos Judeus, Cristo como Rei; Aos comunistas a Cristo Deus e Senhor de Tudo; Aos indígenas, Cristo como Salvador; Aos prósperos, Cristo como suficiente; Preguem Cristo em todos os povos.

5.               Daquele dia e hora ninguém sabe, por isso sede firmes e constantes na obra do Senhor.

Que a Graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós. Amém!”