Rss
0

LUTO POR UMA MÃE


Por Marcos Falcão


 Oficialmente decido declarar luto por Santa Maria. Um domingo trágico que comoveu não somente os milhares de habitantes do município,mas milhões de pessoas ao redor do Brasil e em todo o mundo.Em um momento como este,nem palavras ou gestos podem expressar a dor sofrida por todos que de alguma forma estavam ligados ás vitimas deste desastre. Oremos para que Deus conforte cada um destes corações e possa estar suprindo cada uma de suas necessidades,através de nossas mãos se possível.

Mas decido declarar luto especialmente por uma mãe.Em meio a tantos depoimentos comovidos,olhares em busca de pessoas que jamais retornarão,uma frase em especial da mãe de uma das vítimas me chocou profundamente.Deus sabe o quanto era doloroso para esta mãe transmitir aquilo que sentia.

Nós brigamos ontem, proibi ela de sair mas ela foi mesmo assim e a ultima coisa que ela me falou é que me odiava.

Seria a ultima noite em que mãe e filha se veriam.Entretanto,assim como a maioria de nós,ambas não estavam atentas á fragilidade de vida nem como o seu curso pode nos pegar mais despreparados do que imaginamos.Tragédias são fatos que não podemos apontar os motivos e nem mesmo os culpados.Assim como o sol raia para os bons e os maus,assim também a chuva cai sobre os juntos e os injustos.Entretanto,por pior que seja a situação,existe algo que está a nosso alcance: a forma como você irá tratar e agir com as pessoas que estão próximas de você,com quem temos a necessidade de conviver.

Gostaria de dedicar esta breve mensagem a esposas,esposas,pais,mães,filhos e todos aqueles que de alguma forma se sentem parte de uma família.Que de alguma forma já sofreram perdas por alguma tragédia ou não. Mesmo porque,apesar de tudo que tenho visto nesses últimos tempos,tenho plena convicção de que a família ainda é o alicerce de todo o sistema social .É o porto seguro no qual podemos encontrar segurança e construirmos nossos valores e quem de fato somos.

É bem verdade que a maioria de nós não a escolheu nem a família e as pessoas com quem convive.Talvez você escolheria estar em um local e pessoas bem diferente das que você vê todos os dias.Quem sabe os amigos ou outras pessoas pareçam as vezes mais irmãos ou pais do que os “originais”.Mas deixe-me te lembrar:são eles que convivem com você todos os dias.São eles que te aturam todos os dias,seja nos momentos bons ou ruins,de alegrias e felicidades.E por mais defeitos que talvez eles tenham,são eles que te conhecem melhor do que ninguém.Acredite,há um propósito para todas as coisas.

Uma frase estava escrita nos corredores de um Colégio em que estudei,muitos até hoje a possuem em suas memórias :

QUEM PERDE TEMPO ETERNA PERDA CHORA.

Sei que no momento é difícil enxergar algo de bom em meio á dor e tragédia que as mais de 230 mortes causaram.Entretanto,deixo aqui algumas palavras para que possamos refletir. Aproveite para amar sua família e aqueles que estão próximos enquanto temos tempo,você nunca sabe até quando terá eles ao seu lado.Não deixe que alguns momentos de raiva ou orgulho possam causar longos anos de arrependimento ou pelo resto suas vidas.

Que Deus possa consolar cada uma das famílias e que seja um momento oportuno para enxergar o próximo mesmo em momentos e locais quando não existem as tragédias.

Aqueles bem ao nosso lado.

Dizem que a música é uma janela da alma.

É o que segue de mim para cada um de vocês.


0

COMUNICADO OFICIAL



Como todos sabem ou a partir de agora ficarão sabendo, o Editor chefe e o idealizador deste blog é o nosso querido Kelvis Oliveira. Entretanto, por motivos pessoais e profissionais ele ficará por um tempo fora da direção do nosso blog. Eu sinceramente espero que o retorno seja o mais breve possível.

Enquanto isso, eu, Marcos Falcão, Victória Oliveira e os demais colunistas estaremos nos revezando na direção dos posts e do blog. Continuem conosco!

Um abraço.
0

Consertando o Altar entrevista Pastor Paulo Cezar, do Grupo Logos


Por Kelvis C. de Oliveira


1) Consertando o Altar - O Grupo Logos é um ministério que tem mais de 30 anos de estrada. Muita coisa mudou na música cristã desde então. O senhor poderia me dizer quais são?
Pastor Paulo Cezar: Acho que podemos pensar em três tipos de mudança:
Primeiro, a mudança na área tecnológica.
Hoje o acesso é mais rápido a melhores instrumentos e equipamentos de som. 
Há facilidade em gravar até em casa através de programas desenvolvidos para tal também é algo muito positivo. Sem falar nas redes sociais que podem promover a obra de quem quiser quase sem custo algum...
Segundo, a mudança na habilidade dos músicos.
Não que antes não existisse, mas é inegável que em todo Brasil sejam achados jovens cheios de talento, que estão sendo beneficiados pela tecnologia e facilidades de aprendizado.  Mesmo à distância, através de vídeo aulas e tutoriais amplamente oferecidos, o interessado, mesmo com poucos recursos pode se tornar um bom músico.
2) Consertando o Altar -  Quais os maiores desafios para quem quer ser um músico cristão na atualidade, e qual a sua definição de Adorador?
Pastor Paulo Cezar: Os maiores desafios são preparação e persistência... Mesmo com as facilidades já citadas, quem não se aplica não faz milagres.
Quanto a definição de adorador, eu creio que o Senhor Jesus a definiu quando disse que "Deus é espírito e importa que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade". Então é só pensar que adoração é algo que brota de dentro para fora na pessoa, como resultado da verdade de Deus que nele já entrou.
3) Consertando o Altar  - Quais as dicas que o Senhor daria para os jovens músicos, líderes de louvor e aos pregadores que estão iniciando o ministério?
Pastor Paulo Cezar: Que prossigam em conhecer a Deus, temendo-O e buscando viver a vida, que por si só já ensine.

4) Consertando o Altar  - "Sem conteúdo bíblico a canção se torna vazia", foi uma de suas frases na consciência cristã 2012. Baseado nisso, gostaria que o irmão falasse um pouco mais sobre essa afirmação.
Pastor Paulo Cezar: No caso da música evangélica sim, pois seus objetivos são conduzir as pessoas a adoração. Logo, se ela não tiver uma palavra bíblica de evangelização, como alguém será salvo e adorará? Se essa música não tiver uma palavra de consolo, como aquele que está triste adorará? O que nessa música provocará nas pessoas adoração? É óbvio que não será o balanço dela ou sua letra bonitinha, mas vazia de Deus!
5) Consertando o Altar  - Obrigado pela sua atenção Pastor Paulo Cezar, e fico muito feliz pela sua interatividade e atenção. Deixe uma mensagem final aos leitores do blog que são admiradores do seu trabalho.
Pastor Paulo Cezar: Em primeiro lugar obrigado pela consideração e confiança em me deixarem responder as suas perguntas.
Quero confessar que elas me ajudaram a pensar  em mim mesmo. 
Eu desejo tanto ser achado pelo Pai como um adorador verdadeiro.
Que a presença do Senhor, através de Sua Palavra, provoque sempre em mim e em cada um de vocês este sincero sentimento.

****
Como admirador do Pastor Paulo Cezar e do Grupo Logos, devo admitir que estou honrado por ter tido o privilégio de contar com a participação dele no blog. Muito Obrigado Paulo Cezar! Muito Feliz e honrado com essa oportunidade.

0

Veneno diluído também pode matar


Por Kelvis C. de Oliveira


Sou Pentecostal e não nego isso pra ninguém. Mas devo admitir que nos últimos tempos, é presenciado uma série de coisas que deixam qualquer um de cabelo em pé. Em nome de uma pseudo-espiritualidade, muitos movimentos vem aparecendo e crescendo, e entre eles está o movimento Cair no Espírito ou para muitos, o "cai cai".

Este que começou a ser conhecido mundialmente em 1994, por Randy Clark e John Arnott, da Igreja de Toronto. Hoje vemos suas visíveis manifestações nas reuniões de Benny Hinn. Claro que aqui no Brasil também existe, e também no Ceará. O triste é que em muitas igrejas, isso é recebido como de Deus. O vídeo é de 1994 e mostra a Igreja de Toronto, quando ficou conhecido o movimento.



Agora eu pergunto a você: isso é de Deus? Benny Hinn vai vir ao Brasil em fevereiro, para um congresso de fogo (fogo?). Junto a ele, vários nomes populares do hoje, Movimento Gospel. Com isso vem a preocupação e também a indignação. A preocupação está por conta das heresias (entre elas o Cair no Espírito) que vão ser distribuídas e maquiadas de Cristãs. 

"Simplesmente não podemos nos dar ao luxo de, em nome da fé, aceitar tudo o que chega até nós sem um esforço de discernir o que é e o que não é verdadeiro". (Jorge Noda)

Os Defensores de tal movimento utilizam algumas passagens bíblicas para tentar convencer de que o Cair no Espírito tem base. Textos como de Daniel 8.17, Atos 10.10, Apocalipse 1.7,  entre outras não evidenciam o cair no Espírito e nem muito menos comprovam. Tais personagens caíram em reverência ou medo.

"Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora" (I João 4.1).



Nenhuma base bíblica comprova o cair no Espírito. Ordem e decência (I Co 14.40) e o culto racional (Rm 12.1) são totalmente incompatíveis com isso. Veja abaixo um simples quadro com três afirmações relacionado com o Movimento Cair no Espírito.



Alguns podem até me chamar de incrédulo nas coisas de Deus ou algo parecido, mas estou convicto de que a Palavra de Deus não aprova tal prática. Outros tentam explicar que o Cair no Espírito acontece porque o vaso está vazio e ele transborda de uma vez com a Unção do pregador. Observe este texto bíblico:


Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco. E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.
 (João 20:19-22)

É, ninguém caiu no espírito! Veja este outro:


No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e o seu séquito enchia o templo.Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam. E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. 

(Isaías 6:1-3)

Será que nestes dois momentos não tinham uma Unção suficiente? 

Meus amados e queridos leitores, O Cair no Espírito não tem nenhuma base Bíblica! A Palavra de Deus nos adverte claramente pra não irmos além do que está escrito ( I Co 4. 6). Voltemos ao Evangelho Puro e Simples. Voltemos as Escrituras. Para reflexão, deixo uma última frase:

“A batalha é quase sempre ganha na mente. É pela renovação de nossa mente que nosso caráter e comportamento se transformam.” (John Stott)



0

A Oração e Missões

Por Victória Oliveira


E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15

Jesus Cristo veio há mais de dois mil anos não somente para renovar nossa Aliança sacrificando-se na cruz por nós, mas também para orar e pregar; evangelizar. O versículo citado é uma das várias passagens das Escrituras que nos exorta à pregar o Evangelho ao mundo.

“Mas beleza, falo de Cristo pra fulano e tento viver Cristo todos os dias, será isso Missões?”

É assim – e não é – ao mesmo tempo. Meus caros, certo que devemos essencialmente evangelizar de toda forma possível, mas para isso temos também de dobrar nossos joelhos e pedir discernimento e sabedoria a Deus não só para nós, mas também para os nossos irmãos que estão nessa tarefa mundo afora, principalmente nos países em que os cristãos são friamente perseguidos.

A perseguição aos cristãos não é algo novo, muito pelo contrário, existe há muuuito tempo! Porém, ainda é uma ‘situação-problema’ bastante atual. Atualmente, mais que nunca, isso tem se revelado de forma chocante. Segue abaixo o ranking dos países onde esse “fenômeno” ocorre: 


Podemos perceber que a maioria dos países opressores são os do Oriente Médio, África e Ásia. E, meus irmãos, o que acontece com os missionários que tentam levar luz em meio às trevas é chocante. Você acreditar em algo e não poder se expressar, não poder conversar, propagar, compartilhar isso com o próximo, é triste! Os que fazem se arriscam a perder a sua própria vida, sendo friamente caçados, torturados e assassinados.


Porém, sabemos que estamos aqui para cumprir o querer do nosso Senhor (Ef 2:10; 2 Tm 1:9) e somos encorajados pela força da fé e da oração, que é o que realmente nos move. Todos nós podemos ajudar a evangelizar a Santa Palavra. Enquanto nossos irmãos estão lá pregando e atendendo ao Ide, podemos orar por eles, suplicar para que Deus os proteja, lhes dê sabedoria, coragem, para que não se deixem vencer pelos empecilhos impostos e nem se desencorajem, força e o principal: que mostrem o quão maravilhoso Ele é e como Sua misericórdia pode nos alcançar. Oremos, pois “muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.” (Tg 5:15-16)

Botem isso na cabeça: a verdadeira oração tem poder!

Fiquem na paz! 

0

Uma atitude pode mudar muita coisa


"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder". (John Wesley)

Faça a sua parte, faça a diferença!
0

6 razões porque orações não são respondidas - Parte Final

Por Kelvis C. de Oliveira

Bom dia meus irmãos, a Paz do Senhor!


Gostaria de agradecer aos que acompanharam a série sobre a oração, do Reverendo David Wilkerson. Espero que essa mensagem tenha entrado em nossos corações e nos exortado. Continuem ligados no blog, que vem algumas novidades por aí. Pra quem não conferiu, cliquei no link ao lado (Parte I e Parte II). Abaixo, a terceira e última parte da série. Que Deus vos abençoe e vos edifique, em nome de Jesus.


Razão Número Cinco : Nossas Orações Podem
Ser Abortadas Por Não Esperarmos Muito Delas.

Aquele que espera pouco da oração, não terá muito poder ou autoridade na oração. Quando questionamos o poder dela, nós o perdemos. O diabo está querendo roubar nossa esperança fazendo parecer que a oração não é mais eficaz.



Como Satanás é esperto - tentando nos enganar com mentiras e medos desnecessários. Quando trouxeram a Isaque a falsa notícia de que José havia sido morto, isso o deixou doente de desespero, mesmo sendo mentira. José estava vivo e prosperando, enquanto todo esse tempo o pai se angustiava em sofrimento - tendo acreditado na mentira. Da mesma forma Satanás está tentando hoje nos enganar com mentiras.



Medos inacreditáveis roubam do crente a alegria e confiança em Deus. Deus não ouve todas as orações - Ele ouve apenas orações que creem  Oração é a única arma que temos contra a ardente escuridão do inimigo. Esta arma precisa ser usada com grande confiança, porque caso contrário não teremos outra defesa contra as mentiras de Satanás. Está em jogo a reputação de Deus.



Nossa falta de paciência é prova suficiente de que não esperamos muito da oração. Deixamos o lugar secreto da oração, prontos a prosseguir nosso caminho de qualquer jeito - e ficaríamos até chocados se Deus realmente respondesse.



Pensamos que Deus não nos ouviu porque não vemos nenhuma evidência de resposta. Mas disto você pode ter certeza - quanto mais uma oração é protelada, tanto mais perfeita será finalmente a resposta. E também, quanto maior o silêncio, mais barulhenta a resposta.



Abraão orou por um filho, e Deus respondeu. No entanto, quantos anos se passaram até que ele segurasse aquela criança nos braços? Toda oração de fé é ouvida no momento em que é feita, mas Deus escolhe responder de Seu próprio modo e em Seu próprio tempo. Enquanto isto, Ele espera que nos alegremos nas promessas nuas, e que nos banqueteemos na esperança enquanto esperamos pelo cumprimento. E além disso, Ele envolve Suas recusas no doce pacote do amor, para impedir que caiamos no desespero.



Razão Número Seis : Nossas Orações São
Abortadas Quando Nós Mesmos Tentamos
Dizer Como Deus Deveria Responder.


A única pessoa para a qual ditamos leis é aquela em quem não confiamos. Aqueles em quem confiamos, deixamos livres para fazerem o que consideram certo. No final é tudo uma questão de falta de confiança.

A alma crente, depois de ter despejado seu coração ao Senhor em oração, submete-se à fidelidade, à bondade e à sabedoria de Deus. O verdadeiro crente deixa o modelo da resposta entregue à misericórdia de Deus. Qualquer que seja a forma escolhida por Deus para responder, essa resposta será bem vinda pelo crente.
Davi orou diligentemente por sua casa, e depois entregou tudo à promessa de Deus - " Ainda que a minha casa não seja tal para com Deus, contudo estabeleceu comigo um concerto eterno" ( 2 Samuel 23:5 ).

Aqueles que prescrevem a Deus o como e quando responder, na realidade limitam o Santo de Israel. Se Deus não trouxer a resposta pela porta da frente, não estarão cientes de Sua chegada pela porta dos fundos. Confiam apenas em resultados finais e não em promessas. Mas Deus não será constrangido pelo tempo, maneira, ou meios de responder. Ele irá por todo o sempre fazer abundantemente mais do que pedimos, ou pensamos pedir. 


Responderá com saúde, ou com graça que é melhor que saúde. Mandará amor, ou algo além disto. Ele livrará, ou fará algo ainda maior.


Ele deseja que simplesmente deixemos nossos pedidos alojados em Seus poderosos braços, que lancemos todas nossas ansiedades sobre Ele, e que prossigamos em paz e serenidade na espera de Seu socorro. É trágico ter um Deus tão poderoso, e tão pouca fé n'Ele.



Basta de "Será que Ele pode?". Fora com tanta blasfêmia. Como isto deve irritar os ouvidos do nosso onipotente Deus. "Será que Ele pode perdoar? Ele pode curar? Será que pode agir por mim?" Fora com esse tipo de incredulidade! Ao invés, chegue-se a Ele "como a um fiel Criador". Quando Ana orou com fé, ela "levantou-se de seus joelhos para comer, e seu semblante não estava mais triste"..



Mais Alguns Encorajamentos e Avisos a Respeito da Oração:
Quando Você Está Abatido, e Satanás Sussurra Em Seu Ouvido
Que Deus Lhe Esqueceu, Tampe A Boca Dele Com Isto -


"Diabo - não é Deus quem se esqueceu, e sim eu. Eu me esqueci de todas as Suas bênçãos do passado, ou não poderia agora estar questionando Sua fidelidade."



Veja, a fé deveria ter boa memória. Nossas palavras precipitadas e apressadas são o resultado de termos esquecido Seus benefícios do passado. Deveríamos orar como Davi:
"E eu disse: isto é enfermidade minha; e logo me lembrei dos anos da destra do Altíssimo. Lembrar-me-ei, pois, das obras do SENHOR: certamente que me lembrarei das tuas maravilhas da antiguidade" (Salmo 77:10,11).

Rejeite Aquele Sussurro Secreto Da Alma
Que Diz: "A Resposta Vai Demorar
Tanto, Que Se Vier Nem Vou Aproveitar".


Você pode ser culpado de motim espiritual por não confiar que Deus irá responder no tempo mais oportuno. Pode ter certeza de que quando a resposta vier, virá na forma e na hora em que será mais apreciada. Se não vale a pena esperar por aquilo que você orou, então não vale a pena pedir.

Pare de Se Preocupar Quanto ao Receber, e Aprenda a Confiar.


Deus nunca suspira ou reclama do poder de Seus inimigos, mas sim da impaciência de Seu próprio povo. Como a falta de fé realmente fere Seu coração, com tantos imaginando se devem amá-Lo ou deixá-Lo.

Deus deseja que dependamos de Seu amor. Amor é o princípio a partir do qual Ele constantemente age, e disto Ele nunca se desvia. Quando Ele franze Sua testa, repreende com Seus lábios, ou levanta contra nós a Sua mão, mesmo nisto tudo, Seu coração arde de amor, e todos Seus pensamentos para conosco são de paz e bondade.

Toda hipocrisia jaz na desconfiança, e a alma que não pode depender de Deus não pode permanecer leal a Ele por muito tempo. No momento em que começamos a questionar Sua fidelidade, começamos a viver por nosso próprio entendimento e a tomar conta de nós mesmos. Como os filhos apóstatas de Israel, estamos dizendo, " Levanta-te, faze-nos deuses... quanto a este Moisés... não sabemos o que lhe terá sucedido..." ( Êxodo 32:1).
Você não é companhia para Deus a não ser que dependa d'Ele.



Quando Você Está Abatido, Tem Permissão Para Gemer,
Mas Não Para Murmurar.


Como pode o amor a Deus ser preservado no coração que murmura? A palavra chama a isto de "combater Deus". Tola é a pessoa que ousa encontrar defeito em Deus - Ele desafiará tal pessoa a colocar a mão sobre a boca, ou então a ser consumida pela amargura.

O Espírito Santo em nós geme, com aquela indizível linguagem celestial que ora de acordo com a perfeita vontade de Deus. Mas a murmuração da carne que procede do coração do crente desiludido é veneno. Murmuração deixou uma nação inteira fora da Terra Prometida, e hoje em dia deixa multidões longe das bênçãos do Senhor. Gema se for preciso, mas Deus o livre de murmurar.



Aqueles Que Pedem com Fé
Seguem Louvando em Esperança.


"As palavras do SENHOR são palavras puras, prata refinada em cadinho de barro, depurada sete vezes" (Salmo 12:6).

Deus não permitirá que um mentiroso ou um quebrador de alianças entre em Sua presença, ou pise Seu monte sagrado. Como então podemos pensar que um Deus assim santo possa algum dia quebrar Sua palavra para conosco? Deus fez para Si, um nome na terra - um nome de 'Fidelidade Eterna'. Quanto mais acreditarmos nisto, menos inquietas nossas almas ficarão. Na mesma proporção em que existe fé no coração, existe também a paz.

"No sossego e na confiança, estaria a vossa força"(Isaías 30:15) .
As promessas de Deus são como gelo num lago congelado - que Ele diz nos aguentará. O que crê aventura-se sobre ele com coragem; o cético com medo, receioso de que se quebre sob seu peso e o deixe se debatendo.



Jamais, Jamais Questione Por Que Você Não
Está Ouvindo Deus no Momento


Se Deus está demorando, simplesmente quer dizer que seu pedido está ganhando juros no banco de bênçãos de Deus. Os santos de Deus tinham tanta certeza de que Ele era fiel às Suas promessas, que festejavam antes mesmo de verem qualquer resultado. Seguiam felizes como se já as tivessem recebido. Deus deseja que paguemos em louvor, antes de recebermos as promessas.



O Espírito Santo nos assiste em oração - e Ele não é bem-vindo ao trono? O Pai negará o Espírito? Nunca! Esse gemido na alma não é senão o próprio Deus - e Deus não negará a Si mesmo.






Conclusão


Santos de Deus - apenas nós seremos os perdedores se não voltarmos a vigiar e orar. Nos tornamos frios, sensuais e inconsequentes quando evitamos o lugar secreto de oração. Que triste despertar o daqueles que descuidadamente guardam ressentimentos secretos contra o Senhor por não responder suas preces, quando o tempo todo têm sido preguiçosos. Não temos sido eficazes nem fervorosos. Não nos trancamos com Ele. Não colocamos de lado os pecados que nos assolam. Na maioria das vezes pedimos para consumi-los em nosso próprio desejo. Temos sido materialistas, preguiçosos, descrentes, cheios de dúvida - e depois ficamos a imaginar por que nossas orações não são respondidas.

Quando Cristo voltar, não encontrará fé na terra, a não ser que voltemos para dentro do lugar secreto, trancados com Cristo e Sua palavra.

O tempo é curto; o dia do Senhor está próximo. Não deveríamos então estar vigiando e orando?
0

Mais um revoltado com a Teologia da Prosperidade: Chuck Norris


Coisa espantosa e horrenda se anda fazendo na terra. Os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam pelas mãos deles, e o meu povo assim o deseja; mas que fareis ao fim disto? (Jeremias 5:30-31)
0

6 razões porque orações não são respondidas - Parte II


Por Kelvis C. de Oliveira


Bom dia galerinha, tudo na paz com vocês? Mais uma vez, a misericórdia de Deus estendeu-se nas nossas vidas, pois mais um dia começou, e estamos de pé. Dando continuidade a série sobre a oração, hoje, veremos mais duas razões, do porque que nossas orações não são respondidas. Que Deus possa abençoar seu início de semana e que você possa ser edificado.


Razão Número Três: Nossas Orações
Podem Ser Negadas Quando Não Mostramos
Zelo em Ajudar Deus Na Resposta.

Vamos a Deus como se Ele fosse uma espécie de parente rico, que nos auxiliará e dará tudo que pedirmos, enquanto que não levantamos nem um dedo para ajudar. Levantamos nossas mãos a Deus em oração, depois as colocamos nos bolsos.

Esperamos que nossas orações façam com que Deus trabalhe para nós, enquanto ficamos sentados esperando, pensando: "Ele tem todo o poder; eu não tenho nenhum, então vou simplesmente ficar quietinho, e deixar que Ele faça o trabalho".


Parece uma boa teologia, mas não é. Deus não vai admitir a presença de nenhum pedinte preguiçoso à Sua porta. Deus não vai nem nos deixar ser caridosos para com aqueles que na terra se recusam a trabalhar.


"Vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma" (II Tessalonicenses 3:10).


Não há nada em desacordo com as escrituras sobre o ajuntar suor à nossas lágrimas. Tome, como exemplo, a questão de orar por vitória sobre um desejo secreto que permanece no coração. Será que você simplesmente pede a Deus para tirá-lo de forma milagrosa, depois fica sentado, esperando que o desejo morra por si? Nenhum pecado jamais foi destruído num coração, sem a cooperação da mão do próprio homem, como no caso de Josué. Durante toda a noite, ele ficou prostrado lamentando a derrota de Israel. Deus o colocou de pé dizendo: "Levanta-te! Por que estás prostrado assim sobre o rosto? Israel pecou. Dispõe-te, santifica o povo..."(Josué 7: 10-13).


Deus tem todo o direito de nos levantar de nossos joelhos e dizer: "Por que ficar sentado preguiçosamente esperando um milagre? Não lhes ordenei que fugissem da simples aparência do mal? Vocês têm que fazer mais do que simplesmente orar contra seus desejos, mas também são ordenados a fugir deles. Vocês não podem descansar até que tenham feito tudo que lhes foi ordenado".


Não podemos ceder à nossa cobiça e maus desejos o dia inteiro, e depois correr para o lugar secreto à noite para orar por um milagre de libertação.


O pecado secreto faz com que não sejamos bem sucedidos com Deus em oração, porque na realidade, pecado não entregue significa ficar do lado do diabo. Um dos nomes de Deus é "Revelador de Segredos"(Daniel 2:47). Ele precisa trazer à luz os segredos escondidos das trevas, não importa o quão santo seja aquele que procura escondê-lo. Quanto mais uma pessoa se esforça em esconder um pecado, quanto mais certo é que Deus o exponha. O caminho nunca está livre para o pecado secreto.


"Diante de ti puseste as nossas iniquidades e, sob a luz do teu rosto, os nossos pecados ocultos" (Salmo 90:8).


Deus protegerá Sua própria honra acima da reputação daqueles que pecam em segredo. Deus expôs o pecado de Davi para conservar Sua própria honra perante os ímpios. E Davi, que era tão zeloso de seu bom nome e reputação, até hoje permanece à nossa frente exposto e ainda confessando - toda a vez que lemos sobre ele nas escrituras.


Não - Deus não permitirá que bebamos de águas furtadas, e depois tentemos beber de Sua fonte sagrada. Não apenas nosso pecado secreto irá nos desmascarar, mas também nos impedirá de receber o melhor de Deus e trará uma torrente de desespero, dúvida, e medo.


Não culpe Deus por não ouvir suas orações se você não está ouvindo o chamado d'Ele para ser obediente. Você vai acabar blasfemando contra Deus, e acusando-O de negligência, enquanto que o tempo todo o culpado será você.




Razão Número Quatro : Nossas Orações Podem
Ser Abortadas Por Um Ressentimento Secreto Alojado
no Coração Contra Outra Pessoa.

Cristo não lidará com ninguém que tenha um espírito irado e que não perdoe. Somos ordenados a que: "Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências, desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual" (1 Pedro 2:1,2).

Cristo nem mesmo se comunicará com uma pessoa briguenta, desagradável, e que não perdoe. A lei de Deus sobre oração é clara sobre este assunto, "levantando mãos santas, sem ira e sem animosidade" (1 Timóteo 2:8). Por não perdoarmos os pecados cometidos contra nós, tornamos impossível a Deus o nos perdoar e abençoar. Ele nos ensinou a orar: "Perdoa-nos, como perdoamos aos outros".


Existe um ressentimento contra alguém queimando em seu coração? Não veja isto como algo que você tenha o direito de acolher. Deus leva este tipo de coisa muito a sério.Todas as brigas e disputas entre os irmãos e irmãs cristãos devem entristecer Seu coração muito mais do que todos os pecados dos ímpios. Não admira que nossas orações encontrem impedimento - tornamo-nos muito obcecados por nossos próprios sentimentos magoados, e tão preocupados com a forma com que fomos maltratados pelos outros.


Existe também uma maligna falta de confiança crescendo nos círculos religiosos. Invejas, falta de caridade, amargura - e um espírito de vingança, tudo em nome de Deus. Não deveríamos nos espantar se Deus fechar as próprias portas do céu para nós, até que aprendamos a amar e perdoar. Sim, até mesmo àqueles que mais nos feriram. Tire este Jonas de seu barco e a tormenta cessará. 

Nota: Espero que estejam gostando da série sobre a oração. Ainda nessa semana, a terceira e última parte. Um grande abraço, e bom início de semana e que Deus te abençoe.


0

6 razões porque orações não são respondidas - Parte I


Por Kelvis C. de Oliveira

Bom dia galerinha, Graça e Paz do nosso Senhor Jesus

Quem me conhece bem, sabe que sou um grande admirador do David Wilkerson. Sem dúvida alguma, foi um homem de Deus. Suas mensagens são impactantes e edificantes. Esses dias estava procurando algumas de suas mensagens e deparei com uma relacionada a oração, que gostaria de compartilhar com vocês. Dividirei a mensagem em três partes, pois o conteúdo é um pouco extenso, e gostaria que os amados e queridos irmãos meditasse nessas palavras. Aproveitem e um grande abraço!

Por David Wilkerson

A estratégia final do diabo para enganar os crentes é fazer com que duvidem da fidelidade de Deus em responder a oração. Satanás quer que acreditemos que Deus fechou os ouvidos para nosso choro, e que nos deixa sozinhos para resolvermos as coisas por nós mesmos.

Acredito que a maior tragédia na igreja de Jesus Cristo nos dias de hoje, é que agora muito poucos acreditam no poder e na eficácia da oração. Sem intenção de blasfemar, multidões do povo de Deus podem hoje ser ouvidas reclamando: "Oro, mas não obtenho resposta. Tenho orado há tanto tempo, de forma tão fervorosa, sem nenhum resultado. Só quero ver uma pequena evidência de que Deus está mudando as coisas. Elas continuam do mesmo jeito - nada acontece. Quanto tempo devo esperar?". Essas pessoas deixaram de visitar o lugar secreto (de oração), porque estão convencidas de que suas petições, nascidas da oração, de alguma forma não chegam ao trono. Outras estão convencidas de que apenas pessoas do tipo de Daniel, Davi, e Elias conseguem que suas orações cheguem a Deus.

Com toda honestidade, muitos santos de Deus lutam com estes pensamentos - "Se os ouvidos de Deus estão abertos para minha oração, e oro com diligência, porque existe tão pouca evidência de que Ele está respondendo?". Será que há uma certa oração que você tem feito já há muito tempo, e que ainda não obteve resposta? Até mesmo anos já se passaram e você ainda aguarda, esperançoso, e no entanto com dúvidas?

Tomemos o cuidado em não fazer como Jó, que acusou Deus de ser preguiçoso; e de não se preocupar com nossas necessidades e petições. Jó queixou-se, "Clamo a ti, e não me respondes; estou em pé, mas apenas olhas para mim" (Jó 30:20).

A visão dele quanto à fidelidade de Deus estava empanada por suas dificuldades do momento, e ele acabou acusando Deus de se esquecer dele. Deus o repreendeu severamente por isto.

É tempo de nós cristãos olharmos honestamente para as razões pelas quais nossas orações são abortadas. Podemos ser culpados de acusar Deus de negligência, quando o tempo todo é nossa própria conduta a responsável. Quero mencionar seis, das muitas razões porque nossas orações não são atendidas.




Razão Número Um: Nossas Orações São Abortadas
Quando Não Estão de Acordo Com a Vontade de Deus.

Não temos liberdade de orar a esmo por tudo que nossas mentes egoístas possam conceber. Não temos permissão para entrar na Sua presença e dar vazão à nossas tolas idéias, e falatórios impetuosos. Se Deus assinasse todas as petições sem sabedoria que Lhe fazemos, Ele acabaria entregando Sua glória.

Existe uma lei da oração! É uma lei com o intuito de exterminar orações desprezíveis e egoístas - ao mesmo tempo, tornando possível aos que procuram com honestidade, o pedir com confiança. Em outras palavras - podemos orar por qualquer coisa que queiramos, desde que seja da Sua vontade.

"Se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve" (1 João 5:14).

Os discípulos não estavam orando de acordo com a vontade de Deus quando oravam com espírito de vingança, e retaliação. Fizeram um pedido a Deus da seguinte maneira: "Queres que mandemos descer fogo do céu para os consumir?" Jesus respondeu: "Vós não sabeis de que espírito sois" (Lucas 9:54,55).

Jó, em sua tristeza, implorou a Deus que lhe tirasse a vida. E se Deus tivesse atendido tal oração? Esse modo de orar era contrário ao desejo de Deus. A palavra nos previne: "Que sua boca não seja apressada em falar perante o Senhor".

Daniel orou da forma correta. Primeiro, foi às escrituras para pesquisar a mente de Deus. Tendo recebido instruções claras, e certo da vontade dEle, ele corre para o Seu trono com poderosa confiança. "Voltei o rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração"(Daniel 9:3).
Sabemos muito sobre o que nós queremos e muito pouco sobre o que Ele quer.


Razão Número Dois: Nossas Orações Podem
Ser Abortadas Quando Têm Como Meta O Realizar
Cobiça Secreta, Sonhos Ou Ilusões.

"Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres" (Tiago 4:3).Deus não responderá nenhuma oração que aumente nossa honra, ou que favoreça nossas tentações. Em primeiro lugar, Deus não responde nenhuma oração de uma pessoa que abrigue cobiça no coração. Todas as respostas são em função do arrancar de nossos corações o mal, a lascívia, e os pecados que nos assediam.

"Se eu no coração contemplara a vaidade, o Senhor não me teria ouvido" (Salmo 66:18).
O teste para saber se nosso pedido é ou não baseado na cobiça é muito fácil. Como lidamos com demoras e recusas é a dica. Orações baseadas na cobiça exigem respostas rápidas. Se o coração lascivo não recebe rapidamente o objeto desejado, fica reclamando, chora, e desmaia - ou desabafa numa fase de murmuração e reclamação, finalmente acusando Deus de estar surdo.

"Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso?"(Isaias 58:3).

O coração de cobiça não pode ver a glória de Deus em Suas recusas e demoras. No entanto, não teve Deus maior gloria em não atender a oração de Cristo para salvar Sua vida, se possível, da morte? Trema ao pensar onde estaríamos hoje se Deus não tivesse recusado aquele pedido.

Deus, na Sua justiça, está obrigado a atrasar ou recusar nossas orações até que estejam purificadas de todo egoísmo e cobiça.

Será que uma razão simples explicaria o motivo pelo qual a maioria de nossas orações são impedidas? Seria isso resultado do flerte que estamos tendo com a lascívia, ou com um pecado que nos aflige? Será que nos esquecemos que apenas aqueles de mãos limpas e corações puros podem colocar os pés em Seu monte sagrado? Somente um total abrir mão de um pecado de estimação abrirá as portas do céu e liberará as bênçãos.

Ao invés de abrir mão, corremos de conselheiro a conselheiro - tentando encontrar ajuda para lidar com o desespero, o vazio, e o nervosismo. No entanto, é tudo em vão porque o pecado e a cobiça ainda não foram arrancados. O pecado é a raiz de todos os nossos problemas. A paz vem apenas quando nos rendemos e abandonamos toda cobiça e pecado secreto.



Em breve, a segunda parte desta mensagem. Não deixem de conferir .
0

BBB - Nada que você não saiba

Por Marcos André


Um ótimo início de ano pra todos os leitores desse blog. Espero que possam aproveitar da melhor forma os recursos que Deus lhes concede, não desperdiçar as oportunidades que virão ao seu alcance e acima de tudo, sabedoria para agir da melhor forma em todas as elas. Fica este versículo para finalizar:



“Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma.” (Eclesiastes 9:10)



Anotem! Eis a fórmula mágica da Prosperidade para o Cristão em 2013:
ESFORÇO + TRABALHO = FÉ EM DEUS QUE VAI DAR TUDO CERTO!



Agora vamos direto ao ponto...

Nesta terça inicia-se mais uma edição do “glorioso” Big Brother Brasil. Por isso a equipe do CA achou interessante realizar um post sobre o assunto. Pra você que odeia o Big Brother, não iremos realizar uma sessão do descarrego com quem assiste ou já assistiu, até porque tem gente que trabalha com isso a mais tempo que nós, por isso sugerimos que você procure eles. Para você que gosta de assistir, também não iremos fazer a descrição dos participantes, muito menos dos telefones para que vocês possam votar. Vai ser um pouco das duas coisas. Apenas para que você tome suas próprias conclusões.

E sabe porquê? O glorioso BBB não exibe nenhum mistério ou inovação para o povo brasileiro, seja ele negro ou branco, pobre ou rico, cristão ou ATEU. O BBB é antes de tudo, um retrato cabal da sociedade brasileira em seus aspectos morais, econômicos e sociais. Apenas alguns exemplos bastante visíveis para que você possa constatar:

Individualismo: como pode ser observado, a maior parte daqueles que integram a casa entram com o objetivo de serem vitoriosos e faturar a “benção” que lhes está reservada ($$$$) ou até mesmo para conseguir promoção, seja profissionalmente ou mesmo alguns dias de fama ou celebridade. O fato é que até hoje não ficou provado que pessoas entraram no BBB porque estavam passando fome ou com intuito de ajudar familiares necessitados ou instituições beneficentes.

Negociação de Valores: relacionado com o post acima, todos buscam a vitória ou o maior tempo de permanência na casa. Portanto, os participantes buscam formar conchavos, alianças ou bolar estratégias em busca de garantir proteção e ficar o máximo tempo possível participando do programa. No momento em que elas não são mais proveitosas, rapidamente buscam outras alianças, daí os inimigos tornam-se amigos e assim o programa segue. Os que não são dinâmicos, rapidamente ficam pelo caminho. Quem assiste o programa pode confirmar isso.


Relacionamentos descartáveis: não gostaria de entrar no mérito sobre a que nível de intimidade que os participantes do programa chegam a se envolver durante o período em que estão na casa, apenas vejam que as revistas ou jornais das edições anteriores falam por si só. O fato é que até que seja provado o contrário, nenhum dos relacionamentos ali construídos chegaram a durar mais de um ano ou resultar em algum compromisso consistente após o fim do programa.


Consumismo: durante o período do programa, várias festas com o todo o luxo possível são realizadas quase que diariamente para os participantes, não poupando gastos nem a divulgação de grandes e marcas e produtos que os patrocinam com seus investimentos, dando a idéia de que os indivíduos possuem a vida ideal ao poder desfrutar daquilo que quiserem bem como fazerem qualquer coisa que tiverem interesse, sem se preocupar com as consequências ou obrigações que terão no dia seguinte. E o mais interessante de tudo: em meio a essa “realidade” vivida pelos internos da casa, milhões de brasileiros, dependendo da audiência, acabam vivenciando junto com os participantes diretamente ou não o “glamour” vivido por eles.


Como cidadão brasileiro, posso dizer que o programa possui plenas condições legais de ir ao ar, assim como o Casseta e Planeta ou o Zorra Total. Como demonstrado acima, acredito que o programa reflete muito os valores enraizados em nossa sociedade não contida nos livros de história ou nos discursos de muitos, mas no âmbito da realidade e dos fatos vivenciados em nosso glorioso território. Mas, one question: será que este é o melhor caminho?


Como cristãos, a partir desta breve análise de apenas alguns dos principais elementos do programa, podemos ver de fato um retrato de nossa sociedade. 

Entretanto, ao meu ver, grande parte dos valores acima observados vão de encontro a valores básicos defendidos pela palavra de Deus. Caso deseje,comente o post e poderei enunciá-los de forma mais específica. A menos que você possa acompanhar os episódios com a frieza e imparcialidade de um sociólogo, com intuito de analisar e utilizá-los como uma estratégia evangelística. 

Para finalizar o post, digo que independente de que atividade ou programação você pensa em acompanhar, pense como isso poderá glorificar o nome de Cristo (1 Co 10:31).

Essa música é minha oração, que Deus abençoe o Brasil!





0

Um "breve" comentário sobre as Testemunhas de Jeová


Por Kelvis C. de Oliveira

Nos Episódios Anteriores de Seitas e Heresias, falei um pouco sobre os Adventistas, Voz da Verdade, além de termos abordado, em duas partes, sobre a história da Bíblia (Parte I e Parte II), rebatendo uma das errôneas afirmações da Igreja Católica. Neste episódio, falarei sobre as Testemunhas de Jeová,  e que provavelmente terá continuação. Beleza assim? Então, vamos lá.

Quem nunca se deparou com um TJ? Acho que muitos de nós, já tivemos o "privilégio" de ser abordado por um e de escutar algo vindo da parte deles. 

As Testemunhas de Jeová foi fundada por Charles T. Russell, este que passou pelas Igrejas Presbiteriana, Congregacional e Adventista, antes de formar a seita. Ficou conhecido por pregar um evangelho estranho. Pouco tempo depois, a Sociedade Torre de Vigia é formada (calma, O Superman e o Arqueiro Verde não tem nada a ver com isso, rsrs).


Com a formação da Torre de Vigia (Corporação das Testemunhas de Jeová), não demorou muito para que o Evangelho estranho pregado por Russell fosse divulgado. E foi a partir da "Zion's Watch Tower", hoje em dia A Sentinela, que as doutrinas iam se tornando públicas. Charles T. Russell, profetizou a data da segunda vinda de Cristo para o ano de 1914, o que não ocorreu. Mudou de idéia, e disse que era em 1915, o que também não aconteceu.

Em "Studies in the Scriptures" de Russell, página 101 do II Volume está escrito:

"A 'batalha do grande dia do Deus Todo Poderoso' (Apocalipse 16.14), a qual terminará no ano de 1914 A.D. através da destruição completa do governo da terra, já tem sido iniciada".

Russell morreu em 1916, e deixou o legado para J.F. Rutherford, este que, continuou a profetizar a segunda vinda de Jesus, mas para ele, seria no ano de 1918 e 1920, além do Milênio, que seria em 1925 e o Armagedom em 1942.

Joseph Franklin Rutherford
Pra se ter uma idéia, Rutherford proibiu dos casais terem filhos e os jovens de se casarem, devido ao Armagedom, profetizado para aqueles dias. Com Rutherford, as Testemunhas de Jeová sofreu mais de 140 alterações doutrinárias. Rutherford faleceu, e quem assumiu a presidência foi Nathan Knorr, e em seu legado a Torre de Vigia publicou sua própria tradução da Bíblia: Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas.

Uma observação importante, é que as Testemunhas de Jeová igualam seus escritos a Bíblia Sagrada, afirmando que são de mesma Autoridade. Russell, fundador das TJ, chegou a afirmar em Watchtower:

"Os seis tomos de Estudos das Escrituras constituem praticamente a Bíblia. Não são meramente um comentário acerca da Bíblia ... Não se pode descobrir o plano divino estudando a Bíblia. Se alguém colocar de lado os estudos, mesmo depois de familiarizar-se com ele ...e se dirige apenas a Bíblia, dentro de dois anos volta às trevas".



Vamos dar uma olhada nas afirmações?

Fiz um quadro em que estão as principais doutrinas das Testemunhas de Jeová, e como refutá-las. Espero que seja de ajuda e utilidade.



* As Testemunhas de Jeová ensinam que Jesus é o Abadom (Ap 9.11), e que se tornou Cristo só depois de ser batizado no rio Jordão por João Batista. Em "deve se crer na trindade?" das Tj está escrito:

"Visto que a Bíblia chama humanos, anjos e até mesmo Satanás de 'deu[es]', ou poderoso [s], o superior Jesus no céu pode corretamente ser chamado de 'deus'".

E em "Conhecimento que conduz a vida eterna" diz:

"Isto nos leva a 29EC, exatamente o ano em que Jeová ungiu jesus com espírito santo. jesus tornou assim 'o Cristo'".


A questão dos 144, tratarei mais a frente. Então galerinha, dúvidas? Deixe um comentário, que vou tentar esclarecer, beleza? 

Um Grande Abraço!

Continua no próximo episódio ...