Rss
0

Bíblia + Hip Hop = Verdade e Realidade

No retorno do Consertando o Altar, gostaria de agradecer a todos os meus colegas, amigos e irmãos em Cristo, que leem, elogiam, criticam e compartilham os posts do blog. Nosso objetivo é o ensino, exortação e edificação na Palavra, a todos os leitores. Que Deus possa abençoar a cada um de vocês grandemente.

Apesar de não ter muito a presença do pai quando criança, minha infância até que foi muito proveitosa. Criado por minha mãe e meu irmão do meio, meu contato com a música veio cedo, e devo confessar que isso foi ótimo. Cresci escutando as músicas que meu irmão gostava, e entre os mais tocados eram Guns n' Roses, Scorpions e Legião Urbana.

Foi quando, depois de algum tempo, o Hip Hop passou a fazer parte do nosso repertório de músicas. Eminem, 50 Cent, Will Smith e logo depois os Racionais Mc's. Foi quando, aos 15 anos de idade, passei a seguir e a crer em Jesus Cristo, o Salvador. No início, não concordava com o uso do Hip Hop como forma de louvor a Deus.
50 Cent e Will Smith
Quando passei a buscar a Deus através da sua palavra, a Bíblia Sagrada, foi que compreendi muitas coisas relacionadas ao louvor e adoração ao SENHOR. É claro e evidente, que alguns ritmos não convém tocar na casa do Senhor, e muito menos como forma de adoração. Mas Vejo no Hip Hop, um estilo diferente, do qual podemos usá-lo.

O Hip Hop foi criado na década de 70 nas zonas suburbanas de Nova York. Nesse período, essas zonas viviam na miséria e pobreza, sofrendo com a grande desigualdade social. Ainda nesses locais, predominavam pessoas afro-americanas e hispânicas, aumentando assim o racismo a essas regiões. Devido a esses e a outros fatores, as gangues foram sendo criadas, fazendo com que a violência fizesse parte daqueles locais.

O Dj Kool Herc, um imigrante jamaicano, foi quem trouxe o Sound System, carros equipados com equipamentos de som, parecidos com Trio elétricos, que vemos muito em filmes. Esse mesmo cara, foi quem começou a cantar com rimas e levadas bem fraseadas. O Tema das letras geralmente eram sobre política, desigualdades sociais e o sexo banalizado.
Kool Herc
As festas de rua iam surgindo, o estilo Hip Hop foi sendo criado, sendo suas características a música, a dança, a poesia e a pintura (grafite). Dessa forma, as gangues passaram a ver nessa manifestação, uma forma de diminuir a violência. Ideia esta, proposta por Africa Bambaataa, o padrinho do Hip Hop.

Em relação a música Hip Hop, não vejo determinado estilo musical como impróprio, como muitos veem. Um das coisas que aprendi foi que, um dos objetivos do louvor, além de conter uma letra cristocêntrica, é fazer com que os crentes adorem a Deus. Isso, é claro, de maneira consciente e verdadeira. E vejo isso em muitos louvores em Hip Hop.

Cantores como Lecrae, Shai Linne, Pregador Luo, Curtis Allen e Shekinah Rap tem louvores que exaltam a Deus, que contém verdades bíblicas e mostram uma melodia sólida e agradável. Pra não ficar só em minhas palavras, se você ler e compreender Colossenses 3.16 e Filipenses 4.8, verá tais verdades.
Curtis "Voice" Allen
Isso vindo de um Pentecostal pode ser estranho e diferente, mas a Bíblia Sagrada é a minha regra de fé e prática. Então galera, é isso. Que Deus possa continuar nos ensinando a sua Palavra, de maneira que nós possamos crescer na graça e no conhecimento. Muito Obrigado pela consideração de cada um! Pra marcar o retorno das postagens, deixo duas músicas excepcionais. Grande Abraço!


Shai Linne

Lecrae

Alguma crítica? Sugestão e elogio? Deixe o comentário ;)
Que Deus possa te abençoar, em nome de Jesus
Kelvis C. De Oliveira

0 comentários:

Postar um comentário